Publicada em: 17/05/2005 - 535 visualizações

Vereadores apóiam reivindicações dos moradores de Santa Efigênia e região

Vereadores apóiam reivindicações dos moradores de Santa Efigênia e região (17/05/2005 00:00:00)
 

Vereadores apóiam reivindicações dos moradores de Santa Efigênia e região

       A necessidade de construção da Unidade Regional Sul, investimentos em políticas públicas para a infância e a adolescência e em segurança foram defendidos pelos moradores de Santa Efigênia e região na Câmara Itinerante, realizada segunda-feira (16/05), na Escola Municipal Dr. Antonino Lessa.
        A primeira audiência pública do período legislativo de maio reuniu moradores do Bela Aurora, Cidade Nova, Ipiranga, Jardim Gaúcho, Jardim Umuarama, Previdenciários, Sagrado Coração de Jesus, São Geraldo, Vale Verde, além de Santa Efigênia.
        Sensíveis às necessidades regionais, os vereadores manifestaram apoio às reivindicações. O primeiro secretário, José Sóter Figueirôa (PMDB), aplaudiu os moradores por terem conseguido estabelecer prioridades, realizando uma discussão produtiva e madura. Todas as reivindicações serão encaminhadas ao Executivo, conforme compromisso do presidente, vereador Vicente de Paula Oliveira (Vicentão-PTB).
       Antônio Jorge (PSDB) informou que há área destinada à construção da Policlínica, vontade da Câmara em apoiar o projeto, restando, portanto, a cobrança de realização da obra ao prefeito. O vereador lembrou que a peça orçamentária deste ano prevê duas regionais, podendo a regional sul ser uma delas.
       A segunda vice-presidente, Rose França (PTB), propõe a criação de micro hospitais regionais, com 35 leitos, e policlínicas para minimizar a demanda pelas unidades de saúde do Centro, e adiantou estar dando a sua contribuição no setor de segurança, através do projeto Paz na Escola.
       O segundo vice-presidente, Dr. Waldir (PTB), reconheceu a necessidade da regional sul e registrou a presença do gerente de Transporte e Trânsito (Gettran), Dulcídio Moreira Sobrinho, na Câmara Itinerante, para encaminhar o pedido de aumento da segurança no setor, outra solicitação da comunidade.
       O vereador Eduardo Novy (PRP) mostrou-se atento principalmente para a situação dos jovens, certo da possibilidade do desenvolvimento de projetos de baixo custo como o Bom de Bola Bom de Escola. O próprio vereador realiza um programa de inclusão digital, beneficiando crianças e adolescentes no Ipiranga.
       Enquanto isso, o vereador João do Joaninho (PRP) sugeriu uma homenagem a Felisberto Braz, mais conhecido por seu Betinho, falecido recentemente, com o seu nome no prédio da SPM, que ajudou a construir e da qual foi presidente.
       Mais uma vez, o Executivo se fez representar na reunião pelo vice-prefeito, José Eduardo Araújo. Também estiveram presentes diretores e gerentes.
       
       Lideranças querem mais saúde e segurança
       
       Jorge de Brito Melo – presidente da SPM do Ipiranga – Desde 1997, quando foi implantado o Orçamento Participativo, a comunidade vota a construção da Policlínica da Zona Sul como prioridade. E vamos votar pela sua construção em 2005 novamente. Espero que o Legislativo leve nosso apelo ao Executivo. Há 20 anos esperamos pela obra.
       
       André Luís da Silva – representante do Sagrado Coração de Jesus – Moro na região há mais de 30 anos. Queremos que nossas reivindicações não fiquem só no papel e que as autoridades olhem por nós.
       
       Sebastião Avelar – do Hemominas – Há um projeto, tramitando na Câmara Municipal, prevendo passe livre no transporte coletivo para portador de anemia falciforme e seu acompanhante. A aprovação é muito importante. A doença, exclusiva da raça negra, já aparece em pessoas brancas devido à miscigenação. Acomete principalmente pessoas carentes. Em períodos de crise, os pacientes precisam de atendimento imediato.
       
       Cirene Candanda – vice-presidente do Conselho Local de Saúde – Precisamos da Policlínica da Zona Sul, que não sai. As autoridades ainda devem ficar atentas para o problema da anemia falciforme.
       
       Paulo Ferreira da Rocha – morador do Cidade Nova – A criação do posto médico é votado nos Orçamentos Participativos, mas não temos respaldo da Prefeitura. Precisamos também de projetos para adolescentes e de uma área em condições para a prática de esportes.
       
       Antônio Genivaldo da Silva – morador do Cidade Nova – Enfrentamos a falta de asfalto e de rede de captação de águas pluviais. Quando chove, a água desde, invadindo as casas da parte baixa do bairro. Os moradores da Rua Projetada 2 enfrentam o problema de indefinição sobre a que bairro a via está vinculada. Alguns dizem que pertence ao Cidade Nova, outros ao Sagrado Coração de Jesus.
       
       Paulo Vítor Campos de Castro – representante dos alunos da E. M. Antonino Lessa – Há necessidade de instalação de circuito interno de TV em todas as escolas municipais devido à ocorrência de brigas.
       
       Marcelo Azalim – integrante do Conselho Local de Saúde do Ipiranga – Saúde envolve educação, merenda escolar, esporte, segurança pública, etc. A necessidade de construção da Policlínica da Zona Sul é uma realidade.
       
       Maria da Penha Daniel – educadora social da Creche Curumim do Bairro Santa Luzia – A falta de segurança no trânsito nos preocupa. Há necessidade de providências, como a colocação de quebra-mola.
       
       Ignácio Castanon – presidente da SPM do Bairro São Geraldo – Entendo que o Legislativo deve fiscalizar os atos do Executivo para que as leis sejam cumpridas e espero que nos ajude a fazer cobranças ao prefeito. Porque uma porcentagem do arrecadado com o IPTU na região não pode ser aplicado aqui?
       
       Nely Adriana Faza Loures – diretora da Escola Municipal do Ipiranga - A violência é um dos principais problemas na região. São necessárias providências. Através da educação e ocupando o tempo dos jovens e adolescentes, podemos desenvolver sua capacidade. Sugerimos a criação de um projeto, nos moldes do CEM ou Casa do Adolescente, na região.
       
       Maria das Graças – da Associação de Mulheres de Juiz de Fora – Estou cadastrando pessoas que queiram fazer teatro e dança. Vamos tirar os jovens das ruas. Queremos combater o desemprego, formar cooperativas de trabalho, como a de costureiras. O contato é na Rua Sarandira, 110, telefone 3235-9856.
       
       Wellington Alves – do Conselho Regional Sul Oeste – Precisamos de políticas públicas urgentes para a infância e a adolescência, abrir as escolas municipais nos finais de semana, oferecer cursos profissionalizantes. Dispomos de um espaço grande no Vale Verde.
       

Arquivo de notícias >>>

 


©2022. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade