Publicada em: 22/06/2022 - 46 visualizações

Parlamento Jovem realiza Plenária Municipal

Parlamento Jovem realiza Plenária Municipal (22/06/2022 00:00:00)
  • No encontro, os alunos desenvolveram e escolheram as propostas que serão apresentadas na Plenária Regional, em agosto
 

A última quinta-feira, 22, foi marcada pela Plenária Municipal para os integrantes e coordenadores do Parlamento Jovem. O evento, realizado no Anfiteatro João Gonçalves Carriço, na Fundação Alfredo Ferreira Lage (Funalfa), localizado no Paço Municipal, reuniu a equipe desta edição do projeto para selecionar as seis propostas realizadas pelos alunos que serão apresentadas na Plenária Regional, agendada para ocorrer em Juiz de Fora durante o mês de agosto.

No município, as cinco escolas selecionadas para participar do Parlamento Jovem são: o Colégio de Aplicação João XXIII, a E. E. Prof. José Freire, a E. E. Maria Ilydia Resende de Andrade, o Colégio Santa Catarina, e o Colégio dos Jesuítas. Os alunos debateram o tema desta edição do PJ, “Saúde mental dos jovens”, ao longo dos últimos meses, divididos em grupos de trabalho, para chegarem às proposições apresentadas na Plenária Municipal.

As proposições escolhidas pelos estudantes foram divididas entre os subtemas desta edição, sendo duas para cada tópico: Políticas públicas de prevenção e tratamento em saúde mental; Estratégias da comunidade para a promoção da saúde mental; e Uso saudável das novas tecnologias. 

O presidente da Câmara Municipal de Juiz de Fora, Juraci Scheffer (PT), abriu o evento destacando que o “PJ nasceu para aproximar a vida política da vida cidadã por meio dos novos jovens”, além de reforçar o poder da iniciativa em mostrar “que a política é construída levando em conta o anseio popular”. Além disso, o presidente também comentou sobre o tema desta edição. “Muitos jovens, desde cedo, são acobertados de diversas responsabilidades que pesam sobre suas vidas e suas mentes. […] É preciso dar ao jovem a oportunidade de ser jovem, de fato. É dever do Estado, em primeiro lugar, criar meios inerentes para que os jovens tenham acesso ao seu direito, em especial o direito à educação”. 

Em todos os subtemas, foram aprovadas duas propostas. Dentre as proposições que vão ser debatidas na Plenária Regional, estão a destinação de profissionais para o atendimento psicossocial em escolas e instituições de ensino;  e a criação de um aplicativo que possa aplicar métodos científicos para captar possíveis transtornos de saúde mental, auxiliando também no encaminhamento do paciente para o tratamento adequado.

Além disso, os presentes também escolheram a sugestão que será dada pelo município para o tema do Parlamento Jovem em 2023, que será levada para a Plenária Regional para posterior escolha do tema da região, onde estarão presentes também as sugestões dos outros municípios que compõem o Polo Zona da Mata II. Para a votação local, cada escola teve a oportunidade de sugerir um tópico. Após as discussões, o grupo de estudantes optou por propor o tema “Atividades artístico-culturais para jovens“ para ser o assunto das discussões da próxima edição. 

Mais informações: 3313-4734 - Assessoria de Imprensa


 


©2022. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade