Publicada em: 07/06/2024 - 97 visualizações

Seminário Crise Climática em MG - Câmara recebe presidente da ALMG e especialistas para a discussão do tema

Seminário Crise Climática em MG - Câmara recebe presidente da ALMG e especialistas para a discussão do tema (07/06/2024 00:00:00)
  • No painel da manhã, os convidados expuseram o panorama climatológico e as boas práticas na convivência com os desafios
 

 

A Câmara Municipal de Juiz de Fora (CMJF) sediou nesta sexta-feira , 7, o Seminário Técnico: Crise Climática em Minas Gerais – Desafios na convivência com a seca e a chuva extrema. O painel da parte da manhã teve como temas o panorama climatológico de Minas Gerais e as boas práticas de convivência com os desafios impostos pelo meio ambiente. Juiz de Fora foi o local do terceiro encontro regional promovido pela Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALMG) no estado. 

O presidente da ALMG, deputado estadual Tadeu Martins Leite (MDB), abriu o evento. “O objetivo final é ter um grande relatório para entender, aprender e desenvolver boas práticas para conviver com os novos eventos extremos relacionados à crise climática”. Na mesma linha, o presidente da Câmara, Zé Márcio-Garotinho (PDT), chamou a atenção para as grandes alterações climáticas que estão acontecendo e a responsabilidade de cada cidadão sobre as suas atitudes no cotidiano. 

O primeiro painel do seminário foi apresentado pela professora dra. Cássia de Castro Martins Ferreira e teve como tema o “Panorama climatológico da região e apresentação de boas práticas na convivência com os desafios impostos pelo ambiente”. Em sua exposição, a professora explicou que a Zona da Mata possui um mapa topográfico muito diverso e por isso a região já tem uma característica de alteração de clima grande em um único dia e acrescentou que “as previsões são de crescimento do calor e mais chuvas concentradas e por isso é preciso mudar a forma como nos apropriamos dos espaços urbanos e é necessário aumentar as regiões de florestas”.

Depois foi a vez de Ricardo Guimarães, pesquisador da Embrapa Gado de Leite, falar sobre a agropecuária e a relação com o meio ambiente. Em seguida, falaram Werley Aparecido Pereira, presidente da Associação Municipal dos Catadores de Papel, Papelão e Materiais Reaproveitáveis de Juiz de Fora (Ascajuf), o representante da Emater MG e os representantes da Defesa Civil, que demonstraram a importância do trabalho de mapeamento de áreas de riscos geológicos em Juiz de Fora, realizado por eles.

A parte final do seminário pela manhã teve a participação do público. Entre os inscritos, estava o professor Wilson Acácio, presidente do Comitê de Bacia Hidrográfica dos Afluentes Mineiros dos Rios Preto e Paraibuna (CBH Preto e Paraibuna) e coordenador-geral do Fórum Mineiro dos Comitês de Bacias (FMCBH). Em sua participação, ele afirmou que “precisamos urgentemente de uma política de preservação mais intensa porque Minas Gerais é a grande ‘caixa d’água’ do Brasil e estão acabando com ela”.

Estiveram presentes no evento as vereadoras de Juiz de Fora Laiz Perrut (PT) e Tallia Sobral (PSOL) e os vereadores Juraci Scheffer (PT), André Luiz (REPUBLICANOS), Marlon Siqueira (MDB) e Bejani Júnior. (PSB). As deputadas estaduais Beatriz Cerqueira (PT), Delegada Sheila (PL) e o deputado estadual Charles Santos (REPUBLICANOS) também estavam presentes representando a Assembleia Legislativa, além da deputada federal Delegada Ione (AVANTE). O promotor de justiça, dr. Jorge Tobias, representou o Ministério Público de Minas Gerais.

Assessoria de Imprensa: 3313-4734


 


©2022. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade