Publicada em: 15/09/2023 - 908 visualizações

Em reunião na Câmara, governo anuncia ampliação de 172 equipes de saúde da família em JF

Em reunião na Câmara, governo anuncia ampliação de 172 equipes de saúde da família em JF (15/09/2023 00:00:00)
  • O secretário do Ministério da Saúde garantiu R$30 milhões para o HU/UFJF, mais R$15 milhões para alta e média complexidade e novas equipes de rua e de saúde bucal
 

 

Ao promover o 1º Seminário Regional de Saúde, a Câmara Municipal de Juiz de Fora (CMJF) recebeu na sexta-feira, 15, o secretário de Atenção Especializada à Saúde do Ministério da Saúde, dr. Helvécio Miranda Magalhães Júnior. Em reunião com os vereadores, servidores do Executivo e jornalistas, o representante do governo federal abordou uma série de medidas positivas em benefício à saúde pública de Juiz de Fora e região.

Abrindo o encontro, o presidente da Câmara, Zé Márcio-Garotinho (PV), pontuou que “o Legislativo é um ambiente de debates, mas principalmente de busca por soluções. A visita hoje do representante do ministério demonstra esse poder. É muito bom que seja este Plenário o ambiente para anúncios positivos para a cidade”. A reunião contou ainda com a presença dos vereadores Bejani Júnior (PODE) Dr. Antônio Aguiar (UNIÃO), Cida Oliveira (PT), Juraci Scheffer (PT), Nilton Militão (PSD), Vagner de Oliveira (PSB), da prefeita Margarida Salomão (PT), da deputada federal Ana Pimentel (PT) e de servidores da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF).

Como o primeiro da série de anúncios, Helvécio Magalhães detalhou que dos R$180 milhões já previstos para serem investidos na retomada da ampliação do Hospital Universitário da UFJF (HU/UFJF), por meio de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), os Ministérios da Saúde e Educação já autorizaram o dispêndio de R$30 milhões já para o ano que vem. “Naturalmente o corpo técnico da UFJF, já com tradição em grandes obras, terá que atualizar os projetos que estão parados há algum tempo”, lembrou, destacando que a nova diretriz de gestão aos hospitais universitários é de maior interlocução com as Prefeituras – sinalizando a possibilidade de ampliação de serviços como o de atendimento de urgência e emergência.

Outro compromisso assinalado, este de aplicação imediata, foi de um aumento do teto financeiro pago pelo governo federal para procedimentos de alta e média complexidade. O acréscimo seria de R$15 milhões por ano do recurso à Juiz de Fora, segundo Helvécio, com a garantia de pagamentos retroativos à cidade. “Estamos falando de tratamentos como os de câncer e cardíacos que, historicamente, vitimizam muito nós, brasileiros. É uma prioridade do governo federal apoiar os municípios nesta questão. Em Juiz de Fora, é uma forma de reconhecer o trabalho da prefeita e dos vereadores neste tema”.

Por fim, o representante do Ministério da Saúde anunciou um aumento progressivo de 172 equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF) em adição às equipes já instaladas em unidades básicas de saúde (UBSs) de Juiz de Fora. Segundo informações do secretário de Saúde da PJF, Ivan Chebli, JF conta com 110 equipes. A medida cumpre determinação do próprio ministério: cada equipe deveria ser responsável por, no máximo, 4 mil pessoas e em Juiz de Fora, hoje, o número é superior. “Em um primeiro momento, serão instaladas 67 equipes. Após a implementação completa, vamos garantir agora atendimento a grupos de cerca de 2 mil pessoas por equipe, naturalmente, o cidadão será melhor atendido pelos profissionais de saúde”, destacou o gestor municipal, apontando que novos concursos para agentes comunitários de saúde (ACS) deverão ser realizados em breve.

Mais atendimentos de saúde bucal, à noite e às pessoas em situação de rua

A prefeita Margarida Salomão comemorou as medidas. Em relação à ampliação de equipes, a chefe do Executivo destacou que Juiz de Fora contará ainda com mais nove equipes de saúde bucal, dez de atendimento multidisciplinar (com profissionais como terapeutas ocupacionais e psicólogos), além de duas equipes para consultórios de rua. “São notícias esplêndidas, que vão beneficiar muito o atendimento da saúde em nossa cidade. Mas queria destacar que o cuidado da população de rua é um compromisso da cidade, vamos ampliar para três o número desses consultórios”. Em julho, a CMJF promoveu uma Audiência Pública (AP) e aprovou uma Política Municipal em relação às pessoas em situação de rua. A PJF deverá aplicar os novos servidores também na ampliação de atendimento noturno das unidades de saúde. Atualmente, apenas 9 UBSs contam com o serviço.

O secretário de Atenção Especializada à Saúde do Ministério da Saúde, dr. Helvécio Miranda Magalhães Júnior, participará às 19h30 do último dia do 1º Seminário Regional de Saúde. Clique aqui para fazer sua inscrição gratuitamente.

Mais informações: 3313-4734 - Assessoria de Imprensa

 


 


©2022. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade