Escola do Legislativo
de Juiz de Fora
Professor William Coury Jabour

Ações especiais pandemia covid19

Notícias Capacitações Atuação

Atuando

na capacitação contínua dos agentes políticos e servidores


Notícias

saiba tudo o que acontece na Elejuf.

Câmara realiza primeiro Encontros Elejuf com cursos de capacitação para a região 

Câmara realiza primeiro Encontros Elejuf com cursos de capacitação para a região  

O evento inaugurou um novo formato de capacitação da Câmara Municipal de Juiz de Fora para servidores, assessores parlamentares e especialistas da região 

A Câmara Municipal de Juiz de Fora (CMJF) realizou na manhã da última quarta-feira, 1º de setembro, o 1º Encontros Elejuf, um projeto da Escola do Legislativo Professor William Coury Jabour da CMJF para debater questões que integram a rotina e procedimentos do Legislativo com participação de Câmaras da Zona da Mata. Os convidados dessa primeira edição foram o diretor jurídico Geraldo Cunha Neto e o diretor legislativo Rodrigo Moraes Pereira, ambos da Câmara Municipal de Pouso Alegre (CMPA). O debate teve a participação de servidores de ambas as Câmaras Municipais, além de assessorias parlamentares da região.

Na abertura, o presidente da CMJF e líder da Frente Parlamentar em Prol da Educação Legislativa de Minas Gerais, vereador Juraci Scheffer (PT), ressaltou a importância do encontro. “O Elejuf será uma ferramenta importante na nossa rede e para outras Câmaras interessadas. Dialogar e compreender as necessidades do Legislativo e como proceder para o desenvolvimento conjunto é nosso objetivo. A Câmara de Juiz de Fora busca incentivar o ensino legislativo para toda a região, pois  trabalhar para melhoria da qualidade política deve ser feito com todas as Câmaras e em diálogo com os envolvidos”, disse.

O advogado Geraldo Cunha Neto ministrou a palestra que abordou os vícios de iniciativa e competência no processo legislativo no contexto municipal, com mediação de Marcelo Guerson, assessor da diretoria jurídica da CMJF. Ao trazer exemplos de jurisprudências, Geraldo salientou que “os assessores dos parlamentares podem evitar muitos vícios, desde que saibam as normas previstas na Lei Orgânica Municipal que prevê as competências do Executivo”.  

Leis mais eficazes e de melhor qualidade

Na segunda parte do encontro, o diretor legislativo Rodrigo Pereira, da CMPA, abriu sua palestra sobre legística, ciência que estuda o processo de elaboração das leis, aproveitando o momento para citar exemplos de leis bizarras e que, por não terem aplicabilidade, caducaram com o tempo. Citou algumas leis de cidades mineiras como uma de Pouso Alegre, a qual determinava que não poderia haver erro de Português nas placas públicas; e duas de Rio Claro, uma que proibia presença de formigueiro em propriedade particular e outra que vetava a ingestão de melancia, por conta do fato de a fruta causar uma determinada doença. 

O expositor Rodrigo ressaltou ainda que o parlamentar municipal deve garantir a segurança jurídica de uma lei e não pensar na quantidade de projetos que elabora na legislatura. “Devemos pensar na melhor forma de legislar e criar normas que beneficiem diretamente o cidadão. O ideal é termos projetos viáveis que transformem a sociedade e, para isso, temos que consultar a população e conhecer a real situação do município”, disse

Ele ainda ressaltou em sua palestra os requisitos básicos para elaborar um projeto, abordando a questão do estudo prévio e de impacto. “As normas têm de definir o problema, delimitar a área, pensar na resolução do problema e em qual é o objetivo do ato normativo. Para isso, o vereador tem que atuar mais próximo da população”, concluiu.

O supervisor da Escola do Legislativo, Sérgio Lopes Loures, disse que é fundamental estudar a ciência da legística e o aspecto material de sistematizar essa escuta da sociedade. “Os vereadores e assessores precisam saber da importância da legística e de que por trás dos projetos temos a necessidade de aproximar a tríade direito - Prefeitura - Parlamento”, disse ele, citando o exemplo da Lei Municipal 9.791/2000, conhecida como Lei Rosa, que foi exitosa em Juiz de Fora por incluir um amplo debate com a população sobre punição a qualquer manifestação contra a comunidade LGBTQIA+, com grande repercussão no país.                                                                                                         

Ainda sobre a produção legislativa da Casa, a diretora legislativa, Maria Aparecida Fontes Cal, ressaltou: “Atualmente o perfil da CMJF, na pessoa do presidente Juraci Scheffer e da Mesa Diretora, é de que as leis tenham efetividade, então fazemos uma avaliação do anteprojeto de lei. Vale destacar que na parte da deliberação legislativa o sistema na Casa é 100% eletrônico”. 


Evento: Câmara realiza primeiro Encontros Elejuf com cursos de capacitação para a região 
Organizador: Elejuf
Data/Hora: 02/09/2021 00:00
Local: On-line
Público Alvo: Servidores da Câmara Municipal de Juiz de Fora

Notícias recentes

Sobre nós

Um pouco de nossa história

  • Setembro de 2008

    Resolução Nº 1209

    Fica criada a Escola do Legislativo de Juiz de Fora - ELEJUF, da Câmara Municipal de Juiz de Fora, com o objetivo de oferecer suporte conceitual de natureza técnico-administrativa às atividades legislativas e afins.
    Ler mais...

  • Novembro de 2008

    Ato Nº 97

    Aprova o Regimento Interno da Escola do Legislativo de Juiz de Fora - ELEJUF
    Ler mais...

  • Novembro de 2014

    Resolução Nº 1288

    A Escola do Legislativo de Juiz de Fora - ELEJUF passa a denominar-se "Escola do Legislativo de Juiz de Fora Professor William Coury Jabour."
    Ler mais...

  • Fevereiro de 2015

    Lei Nº 13093

    A "Escola do Legislativo de Juiz de Fora Professor William Coury Jabour" passa a integrar a estrutura organizacional da Diretoria Legislativa.
    Ler mais...

  • Dezembro de 2015

    Ato Nº 213

    Aprovado o novo Regimento Interno da "Escola do Legislativo de Juiz de Fora Professor William Coury Jabour."
    Ler mais...

  • Agosto de 2016

    Auditório da Escola

    A Escola do Legislativo de Juiz de Fora conquista sua primeira estrutura física.

  • Maio 2019

    Sala da Escola

    A Escola do Legislativo de Juiz de Fora conquista sua segunda estrutura física.

  • Julho de 2019

    Plataforma EAD

    A Escola do Legislativo de Juiz de Fora lança oficialmente sua plaforma EAD.

  • Agosto 2019

    Ato Nº 274

    Dispõe sobre o procedimento de ensino presencial e a distância da Escola do Legislativo de Juiz de Fora.
    Ler mais...

Nossa equipe

"Trabalho, dedicação e excelência!".

Diretora

Maria Aparecida Fontes Cal

Diretora

Assitente

Mônica Montesano Schetinno

Assistente Legislativa

Robson Caetano

Secretário

Rodrigo Bita

Assistente Legislativo

Sérgio Loures

Supervisor

Capacitação ao Alcance de Todos: Trabalhando na capacitação de pessoas com o objetivo de oferecer suporte conceitual de natureza técnico-administrativa às atividades legislativas e afins.

Parceiros Elejuf

Fale Conosco

Queremos ouvir você!

Conteúdo em construção

logomarca EAD

Este conteúdo encontra-se em desenvolvimento. Nossa equipe técnica vem trabalhando com esforços concentrados para que o mesmo esteja disponível o mais breve possível.