Buscar
 

Arquivo de Notícias

07/07/2020

Representação para impedir reajuste nas contas de energia é apresentada na Câmara

Vereadores pedem que a ANEEL autorize benefício para a população em virtude de crédito concedido à Cemig no valor de R$ 6 bi

 

Uma representação para que não haja o reajuste anunciado pela Cemig entrou nos trâmites da Câmara Municipal durante a Reunião Ordinária desta segunda-feira, 6. A representação, em apoio ao Conselho dos Consumidores, pede aos dirigentes da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) que autorize, em benefício dos consumidores, o cancelamento do reajuste tarifário anunciado pela Cemig a ser implementado a partir do dia 1º de julho. De acordo com o documento assinado por 14 vereadores, a exclusão do ICMS da base de cálculo nas contas de energia de 2008 a 2011 possibilitou à Cemig um crédito de R$ 6 bilhões. O aumento anunciado pela empresa mineira marca um reajuste da energia elétrica em 2,5% para consumidores residenciais, em 10,7% para o consumidor rural, em 3,43% para empresas de baixa tensão e em 6,19% para empresas de alta tensão. Os vereadores destacaram a intensa retração econômica e o impacto significativo que o aumento gerará na população. 

Assinam a representação os vereadores Kennedy Ribeiro (PV), Dr. Adriano Miranda (PRTB), Ana do Pde. Frederico (PATRIOTA), Cido Reis (PSB), Sargento Mello Casal (PTB), Vagner de Oliveira (PSB), Dr. Fiorilo (PL), Zé Márcio - Garotinho (PV), João Coteca (PL), Juraci Scheffer (PT), Júlio Obama Jr. (PODE), Marlon Siqueira (PP), Nilton Militão (PSD) e Rodrigo Mattos (CIDADANIA). 

 

Informações: 3313-4734 / 4941 - Assessoria de Imprensa

Visualizada pela 104ª vez

Câmara Municipal de Juiz de Fora
Rua Halfeld, 955 - Centro, Juiz de Fora/MG
Tel: (32) 3313-4700

design by
©2011 Câmara Municipal de Juiz de Fora | Licensa Creative Commons